Exercícios respiratórios ajudam a tolerar o câncer avançado

Os pacientes de câncer que passam a receber tratamento apenas paliativo, combatendo a dor e o desconforto, passam por muito estresse e sofrimento em vista da dor, da morte certa e próxima. Há técnicas cujas origens são chamadas de “orientais” que podem contribuir para reduzir a dor e o estresse. “Mindful Breathing” é uma dessas técnicas. Uma pesquisa demonstra seu efeito em pacientes de canceres terminais. Em sessões de apenas cinco minutos, é possível chegar a bons resultados.

Sessenta pacientes foram aleatoriamente incluídos no grupo experimental e no grupo controle, que ouvia as instruções, mas não fazia o exercício respiratório. Houve mudanças mensuradas na pressão sanguínea, na pulsação, na taxa de respiração, na resposta da pele a estímulos galvânicos e na temperatura da pele. As medidas foram feitas antes do experimento, logo depois do experimento respiratório e dez minutos depois. Houve a desejada redução em todos os indicadores (pressão etc.) e um aumento na temperatura da pele. As diferenças entre o grupo que fez a concentração no controle respiratório e o grupo controle que ouviu as instruções, mas não fez o controle respiratório, foram estatisticamente significativas.

Pessoalmente, já usei centenas de vezes a técnica de Mindful breathing para reduzir a pressão e os batimentos cardíacos com resultados positivos. A duração dos efeitos é variável, mas usualmente requer a repetição dos cinco minutos de Mindful breathing cada três ou quatro horas. Esse intervalo é variável entre pessoas. Algumas pessoas não obtem bons resultados na presença de outras, particularmente em consultórios médicos.

Para ler esse artigo (há outros):

Ng CG, do Department of Psychological Medicine, Faculty of Medicine, University Malaya, Kuala Lumpur, Malásia, Lai KT, da School of Psychology, University of Leeds, Leeds, United Kingdom, Tan SB, Department of Medicine, Faculty of Medicine, University Malaya , Kuala Lumpur, Malásia, Sulaiman AH, do Department of Psychological Medicine, Faculty of Medicine, University Malaya , Kuala Lumpur, Malásia e Zainal NZ, do Department of Psychological Medicine, Faculty of Medicine, University Malaya , Kuala Lumpur, Malásia, “The Effect of 5 Minutes of Mindful Breathing to the Perception of Distress and Physiological Responses in Palliative Care Cancer Patients: A Randomized Controlled Study” em Journal of palliative medicine : 2016 Apr 25.

Células T atacando célula cancerosa e imunoterapia

Uma empresa farmacêutica, Inovio, anunciou excelentes resultados com etapa preliminar da vacina que estão desenvolvendo. Trabalham com camundongos aos que foi dado o medicamento INO-5150. Os animais desenvolveram uma intensa reação imune, com uma resposta das células T que foi muito forte.


Os camundongos receberam o medicamento através de uma técnica da empresa chamada eletroporação. O anúncio afirma que se trata de um ganho substancial na imunoterapia. A empresa pretende iniciar testes Fase I em meados de 2012. Pretende iniciar com 148 pacientes nos Estados Unidos, Coréia, África do Sul, Austrália e Canadá. A empresa tem tradição no desenvolvimento de vacinas imunoterápicas, estando trabalhando em três pesquisas Fase II para tratar a displasia cervical, a hepatite C e a leucemia. Há outros desenvolvimentos na área do HIV.

GLÁUCIO SOARES, com base em visita ao site da Inovio. Foto de Google Images.