Vidas desiguais, mortes desiguais

Durante os “bons anos” pós Estatuto e durante a era Beltrame houve uma redução na taxa de mortes por homicídios no Estado do Rio de Janeiro tanto entre brancos quanto entre negros. Se quiserem dar-nos a honra de uma leitura, Sandra Andrade e eu analisamos séries temporais que mostram que persistiram diferenças absolutas entre a vitimização dos negros e a dos brancos. O artigo se chama “Vidas Desiguais, Mortes Desiguais” e está disponível em

opiniaopublica.ufmg.br

http://opiniaopublica.ufmg.br/site/files/artigo/7-vidas-glaucio1.pdf

O Desarmamento e seus efeitos na Áustria

O Desarmamento e seus efeitos na Áustria

Uma equipe de pesquisadores austríacos, Kapusta, Etzersdorfer, Krall e Sonneck pesquisaram os efeitos na reforma legislativa na Uniao Europeia sobre as taxas de homicídio e de suicídio na Áustria. Seus resultados foram publicados no importante British Journal of Psychiatry. Descobriram que a presença de armas em casa é um fator de risco do suicídio e do homicídio domésticos.

Como fizeram a pesquisa? Relacionaram as estatísticas oficiais da Áustria sobre as permissões para ter armas de fogo de 1985 a 2005, assim como os dados sobre suicídios e homicídios com armas de fogo. Estavam interessados em verificar se a nova lei sobre armas de fogo teve algum impacto e qual a direção. Usaram regressões lineares e regressões de Poisson usando dados dos dois períodos, antes e depois da reforma que restringiu as licenças para ter armas de fogo. Constataram que a presença de uma ou mais armas de fogo em casa aumenta os suicídios e os homicídios. Concluem, congruentemente, que uma das maneiras de reduzir essas ocorrências é restringir o acesso a armas de fogo.

Após analisar detalhadamente os dados concluíram, coerentemente, que em vários grupos de idade a taxa de homicídios com armas de fogo passou a ser significativamente menor após as leis mais duras. Além da taxa de homicídios com armas de fogo, a taxa de suicídios com armas de fogo também baixou e, como esperado, a percentagem de pessoas com licença para ter armas de fogo.

Saiba mais:

Nestor D. Kapusta, Elmar Etzersdorfer, Christoph Krall, Gernot Sonneck, Firearm legislation reform in the European Union: impact on firearm availability, firearm suicide and homicide rates in Austria, The British Journal of Psychiatry Aug 2007, 191 (3) 253-257; DOI: 10.1192/bjp.bp.106.032862.

GLÁUCIO SOARES          IESP-UERJ