Morrer em vida

“O importante é interromper o quanto antes o circuito da melancolia fazendo algo de bom por si mesmo, a fim de que Deus não o encontre de braços cruzados esperando a morte chegar”.

José Carlos De Lucca, O MÉDICO JESUS

 

Lembrem-se, meus amados leitores, de que a vida só acaba quando já acabou. Especular a respeito do fim é desperdiçar tempo e energia pensando a respeito de algo que é, ao mesmo tempo, incognoscível e inevitável. Não há como escapar da morte e não há como saber, com exatidão, quando e como ela virá. Por isso, dedique-se a viver e não a morrer em vida.

Não pense que nós, que enfrentamos essa besta há muito tempo, somos diferentes. Caímos em depressão, tristeza, raiva, sentimento de ser injustiçado, choro, angústia e tudo o mais. Eu não choro mais a morte que virá, mas a vida que não vivi, ou que não vivi intensamente.

Dê-me uma alegria. Saia do buraco. Vá viver e fazer o bem.

 

Gláucio Soares

 

Em tempo: eu estava exatamente mergulhado no torpor, triste com a minha falta de energia, sem ver que eu havia desligado a fonte. Resolvi escreve, minha forma de sair do buraco e fazer o bem. Se consegui, ganhei o dia, o mês, o ano – a vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s