TRATAMENTO HORMONAL E DEPRESSÃO


Não podemos ignorar a psicologia e o estado mental dos pacientes. Pesquisa feita por italianos mostra o efeito da terapia |(anti)hormonal sobre a depressão, a ansiedade, a insônia, o conceito que os pacientes têm do seu próprio corpo e, num sentido amplo, a qualidade da vida. A existência de pesquisas com grupos controle e grupos experimentais (os que se submetem a terapia hormonal) deu ensejo à aplicação de questionários cobrindo essas áreas.

Quais os resultados?

De saída – os que fazem o tratamento hormonal sofrem depressão com mais freqüência. A probabilidade de que as diferenças encontradas sejam devidas ao acaso são menores do que duas em mil. A imagem de que o próprio corpo está danificado e é incompleto também sofre muito (P=0,001). Pioram, também, os problemas com o sono e com a qualidade da vida (P=0,01).

Saiba mais:
Saini A, Berruti A, Cracco C, Sguazzotti E, Porpiglia F, Russo L, Bertaglia V, Picci RL, Negro M, Tosco A, Campagna S, Scarpa RM, Dogliotti L, Furlan PM, Ostacoli L. em Urol Oncol. 2011 Jul 29.

Resumo por

GLÁUCIO SOARES



Se quiser saber mais sobre suicídios e a prevenção de suicídios, visite os seguintes blogs:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s