Tratamento hormonal: se e quando fazer?


Há nova pesquisa sobre o tratamento hormonal. Vai ser difícil checar esses resultados com outros, de centenas de pesquisas sobre o mesmo tema.

O que diz essa pesquisa? Lembra que é prática frequente dar (anti)hormônios aos pacientes durante quatro meses logo após o diagnóstico, com pesados efeitos sobre a qualidade da sua vida. A pergunta é se o efeito é o mesmo, ou parecido, esteja o paciente nos estágios iniciais, intermediários ou adiantados? A Conclusão, é supreendente: sim e não… Tratamentos com Lupron, Eligard (leuprolide) e goserelina (Zoladex) beneficiam pouco os que têm cânceres pequenos e não agressivos, sem metástase, mas aumentam a esperança de vida dos que têm tumores maiores e mais agressivos.

É uma escolha importante e dificil: não tratar os cânceres mais avançados impede que as pessoas aumentem sua sobrevivência; tratar os cânceres indolentes com a terapia (anti)hormonal impõe sofrimentos desnecessários aos pacientes que continuarão sem sintomas e morrerão de outras causas.

Nem todas as pesquisas dizem exatamente o mesmo. Mais do que nunca, necessitamos de critérios confiáveis para separar os tipos de câncer.

GLÁUCIO SOARES


 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s