Quanto ganhamos de sobrevivência com a químioterapia?

Um artigo recente mostra qual a sobrevivência mediana de pacientes com câncer avançado, que já não responde ao tratamento hormonal, e ilustra os problemas com prever resultados individuais a partir de medidas de tendência central, como médias e medianas.

O experimento foi feito no Japão com 63 pacientes já refratários ao tratamento hormonal. Foram tratados com docetaxel, estramustina e hidrocortisona. Na mediana (metade dos pacientes recebeu menos e metade mais) os pacientes receberam onze “sessões” de químio.

Resultados:

  • PSA foi reduzido em >50% em 32 pacientes, ou 51%.
  • Dezoito (29%) tiveram excelente reação, com uma queda maior do que 90% no PSA;
  • Na mediana o PSA levou seis meses para voltar a crescer, mas olhem a variação: de um a 41 meses!

E a sobrevivência?

  • A mediana significou 14 meses de vida, mas também variou muito, (de um a 56 meses).

A sobrevivência com a quimioterapia não sai barata para o corpo: 87% tiveram neutropenia de grau 3 ou 4, dois pacientes enfartaram etc.

Esse é um tratamento extreme, com resultados muito variáveis: um paciente morreu logo; outro durou mais quatro anos e oito meses. Está longe de ser um tratamento eficiente.

Fonte:
Nakagami Y, Ohori M, Sakamoto N, Koga S, Hamada R, Hatano T, Tachibana M. em Int J Urol. 2010 Apr 26.

Anúncios

2 comentários em “Quanto ganhamos de sobrevivência com a químioterapia?

  1. maria disse:

    o meu pai tem um tumor na garganta ja pos um cateter vai começar a quimioterapia acha que pode morrer?

  2. maria disse:

    por favor me ajudem tenho sofrido muito com a doença do meu pai ele e muito novo para morrr e eu nao quero que isso aconteça nao paro de pensar nisso. Maria, este não é um blog dedicado a esse tipo de câncer. O estágio em que o câncer for descoberto e o tratamento iniciado conta muito. As estatísticas americanas indicam que passados cinco anos, os que sofrem de tumores localizados (estão somente na laringe ou na faringe) a sobrevivência é apenas 23% menor que a sobrevivência da população; se o tumor atingiu a região, em cinco anos a sobrevivência é 59% menor e se espalhou para longe, ela é 67% menor. A qualidade do tratamento, dos médicos e dos hospitais contam muito. Bons cirurgiões oncólogos que operam muitas vezes por mês apresentam os melhores resultados. Apoio em casa, cuca fresca, dieta, exercícios, meditações e orações ajudam e muito. Se a senhora for forte e controlar o seu medo e a sua ansiedade será de maior valor para ele. Vou fazer uma oração por ele. Fica com Deus. GLÁUCIO SOARES

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s