Taxas de sobrevivência em países europeus por câncer

Fatores políticos e culturais afetam a sobrevivência dos cancerosos: ela não é a mesma em países diferentes. É interessante que os Estados Unidos, país que, em tantos aspectos sociais está retardado em relação ao que seria de esperar dada a sua renda per capita e a sua ciência, no que concerne a medicina curativa está em excelente posição. Há muita variação entre países, inclusive entre os membros da UE, como mostram os dados que reproduzo. Ressalta na análise da sobrevivência geral que os antigos membros do bloco comunista ainda não se recuperaram do atraso, exibindo considerável retardo em relação aos demais.

O caráter do sistema político não é o único fator político que pesa na sobrevivência média. A capacidade de organização dos pacientes e de suas famílias conta, e muito. Nesse domínio, os pacientes de câncer de próstata estão mal, muito mal. Não se mobilizam, engessados pelo machismo. Enquanto as mulheres conseguiram avanços consideráveis – mais do que merecidos – graças ao seu ativismo, os homens se esconderam nos armários. Ironicamente, os gays, a força dominante por trás da luta contra a AIDS, saíram dos armários, mas os homens com câncer de próstata entraram neles.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s